sábado, 22 de abril de 2017

Review: Girlboss

Resultado de imagem para girlboss netflix

Eu nem estava lembrando da estreia de Girlboss na Netflix, aí vi lá no Twitter que uma menina já tinha começado a assistir e fui ver qual era, claro acabei maratonando e vim dar minha opinião aqui como sempre.

Sinopse:
A série é inspirada no livro best-seller do New York Times #Girlboss de Sophia Amoruso, fundadora da marca Nasty Gal. A série foca a vida de Sophia Amoruso (Britt Robertson), que começou o seu negócio a vender peças de roupa vintage no eBay e aos 28 anos tinha construído um império de moda multimilionário, a Nasty Gal.

A série tem umas carinhas conhecidas: Britt Robertson, de A Primeira Vez e The Secret Circle; Johnny Simmons, de As Vantagens de Ser Invisível; RuPaul, de RuPaul  Drag Race e Dean Norris, de Breaking Bad.

Girlboss me causou uma mistura de sentimentos enquanto eu assistia, apesar de Sophia ser uma mulher forte e determinada, ela consegue ser muito irritante e egoísta.
Quem está assistindo fica muita apreensivo, porque a gente acaba querendo que tudo dê certo para a protagonista e criar um negócio do nada, para muitos, é impossível. E foi do nada mesmo, porque nem dinheiro direito a Sophia tinha. 

Eu gostei de todos os personagens, não muito da mãe dela, mas queria dar destaque a melhor amiga de Sophia, Ellie, que aguenta ela todo esse tempo e é uma fofa. Quanto ao par romântico da nossa protagonista, Shane, achei ele meio pombo no começo, mas depois eu comecei a shippar tanto os dois, pena que aconteceu o que aconteceu.

Enfim, a série é bem leve e fácil para maratonar, algo que tenho dado até uma preferência ultimamente, e graças a Netflix tem muita série assim, de comédia dramática, para assistir.


NOTA: ✪✪✪✪

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Incentive o blog! Comente o post com sua opinião ou sugestão, todos os comentários são bem-vindos, exceto os ofensivos. Deixe seu link caso você também tenha um espaço. Muito obrigada!