sexta-feira, 24 de março de 2017

Resenha: Mentirosos



Mentirosos
Autora: E. Lockhart
Páginas: 272
Editora: Seguinte

Sinopse:
Os Sinclair são uma família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano eles passam as férias de verão numa ilha particular. Cadence, neta primogênita e principal herdeira, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat são inseparáveis desde pequenos, e juntos formam um grupo chamado Mentirosos. Cadence admira Gat por suas convicções políticas e, conforme os anos passam, a amizade com aquele garoto intenso evolui para algo mais. Mas tudo desmorona durante o verão de seus quinze anos, quando Cadence sofre um estranho acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido, até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu.


Ser um Sinclair não é uma tarefa fácil. Eu tinha pegado 'Mentirosos" no mês passado para ler, mas por algum motivo, que eu não me lembro, acabei abandonando o livro nas primeiras páginas. Ontem eu lembrei do livro e recomecei, engoli as 272 páginas de uma vez. Suspenses sempre me deixam ansiosa pelo desfecho e com essa leitura não foi diferente.

A primeira parte do livro já causa um impacto:

"BEM-VINDO À bela família Sinclair.
Ninguém é criminoso.
Ninguém é viciado.
Ninguém é um fracasso.
Os Sinclair são atléticos, altos e lindos. Somos democratas tradicionais e ricos. Nosso
sorriso é largo, temos queixo quadrado e sacamos forte no tênis.
Não importa se o divórcio retalha os músculos do nosso coração a ponto de mal conseguir
bater sem esforço. Não importa se o dinheiro do fundo de investimento está acabando, se as
faturas do cartão de crédito não são pagas e se acumulam sobre a bancada da cozinha. Não
importa se tem um monte de frascos de comprimidos sobre a mesa de cabeceira.
Não importa se um de nós está desesperadamente, desesperadamente apaixonado.
Tão
apaixonado
que medidas desesperadas
precisam ser tomadas.
Somos Sinclair.
Ninguém é carente.
Ninguém erra.
Vivemos, pelo menos durante o verão, em uma ilha particular perto da costa de
Massachusetts.
Talvez isso seja tudo o que você precisa saber a nosso respeito."

Logo depois a trama fica cada vez mais interessante.

Cadence sofreu um acidente quando tinha 15 anos, desde então sofre com problemas de saúde, ela não sabe o que aconteceu e ninguém está disposto a conta-la, então a garota começa uma busca para resgatar suas lembranças do dia em que tudo mudou, para isso ela precisa ligar memórias do passado e avaliar acontecimentos do seu presente.

A leitura é bastante fluida, você lê o em uma sentada, eu mesma que demoro muito as vezes, li ele rapidinho. Eu amei os Mentirosos: Gat, Johnny, Cadence e Mirren  são personagens adoráveis, cada uma com uma personalidade maravilhosa, mas é claro, com seus defeitos. Em compensação o resto da família Sinclair é bem irritante.

O livro passa várias mensagens, mas a que está mais exposta é a de como muito gente vive apenas de aparência, os Sinclair eram perfeitos, tinham que ser perfeitos, para os outros.

Já tinha visto comentários sobre o final ser surpreendente, mas mesmo assim achei bem inesperadas as revelações.


NOTA: ✪✪✪✪

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Incentive o blog! Comente o post com sua opinião ou sugestão, todos os comentários são bem-vindos, exceto os ofensivos. Deixe seu link caso você também tenha um espaço. Muito obrigada!